sexta-feira, 24 de maio de 2013

The Lost Prince

Então, eu estava com a ideia de postar uma resenha pra cada livro da Julie Kagawa da série The Iron Fey, só que isso é meio complicado sem dar spoiler dos livros anteriores. Acontece que esse livro é meio que uma saga diferente -sqn, do irmão da Meghan narrando. O Ethan.


The Lost Prince
Julie Kagawa

O livro ainda não tem uma tradução para português, mas quem se importa? É só ler com um dicionário do lado. Ok, agora vamos ao que interessa:

Ethan Chase tinha 4 anos quando foi raptado pelos Encantados. Sua irmã, para salva-lo foi para o Nevernever, e lá ficou. Ocasionalmente ela voltava para dizer oi, mas logo sumia de novo, e depois de um tempo parou de visita-los. Ethan agora tem 17 anos, e sérios problemas, já que ele possui a Visão, o que o possibilita ver os Encantados. Depois de ser expulso de uma escola por tacar fogo na biblioteca, culpa dos redcaps, ele parte para uma nova, onde irá descobrir que tentar evitar os Encantados pode não ser efetivo.
Todd, o meio puca, é quem desencadeia todo o problema, sem contar que existe uma repórter do colégio, Kenzie, que não se deixa intimidar pelo garoto. E é claro, como se os problemas fossem poucos, aparece um novo tipo de Encantado, os Esquecidos. (Tradução lixosa. Fey, Forgotten, etc. etc. são nomes bem mais legais.)

Agora a minha opinião:

Ethan Chase não é mais o mesmo. Nem parece aquele garoto de 4 anos irmão da Meghan... Mas fazer o que? O modo como ele comenta alguns momentos são os melhores, simplesmente os melhores. É claro, se você está triste porque a Meghan desaparece, não fique. É claro que ela tem sua aparição e Ash também. Tal como um garoto ruivo muito conhecido e um gato de olhos cor âmbar. Se bem que eles deixam os principais terem sua aparição maior.
Meghan, Ash, Puck e Grimalkin aparecem quase que para dizer um oi. Se bem que o gato tem seu próprio palco, sempre. Agora, a Musa do Between tem uma aparição bem forte, e o conceito de exilados e meio Encantados volta. Kierran e Annwyl deveriam ter aparecido mais, só acho, só que o palco é para Ethan e Kenzie, infelizmente.
O livro é realmente muito bom. Muito mesmo. Tem momentos cômicos e tristes. Acho que eu posso comparar esse livro com O Herói Perdido, mais uma semelhança, né O Príncipe Perdido? Tá, isso eu nem vou comentar. Mas o que eu quis dizer com a semelhança é: Os personagens da saga anterior não sumiram, pelo contrário, estão bem presentes, mas o foco é destinado a outros casais e realidades.
Vale a pena, é uma boa leitura, assim como The Iron Knight. Acho que depois que a Meghan parou de narrar a coisa ficou triste, mas ok, os garotos são legais.
Agora tenho que ir, até outra hora.

Bjssssss,
Carol

3 comentários:

  1. Será uma pena se Ash aparecer pouco kkkk xD

    ResponderExcluir
  2. "O livro ainda não tem uma tradução para português, mas quem se importa?" EU ME IMPORTO ;---------;Não fiz Wizard nem Fisk

    ResponderExcluir
  3. "O livro ainda não tem uma tradução para português, mas quem se importa?" EU ME IMPORTO ;---------;Não fiz Wizard nem Fisk

    ResponderExcluir